domingo, 12 de julho de 2015

NOITES DE AMARGURA – Silveira & Silveirinha


Marrequinho/Ubirajara Moreira

 

 
Oh!  meu Deus que sorte que vida esta minha
Em viver ausente de quem tanto quero
Já estou cansado de esperar em vão
Mas mesmo cansado eu ainda espero
A cruel saudade que faz compreender
O quanto eu a amo venero e desejo
E essa saudade me consome aos poucos
Porque quero vê-la agora e não vejo

 

 
Que horas tão lentas que dias tão tristes
Que noites tão longas e eu passo esperando
São noites de angústia de dor e tortura
Noites de amargura que eu passo chorando
E a noite sombria por ver-me tão triste
No pranto da chuva comigo chora
E o vento maldoso perguntou por ela
Responde o silencio ela foi embora

 
Gravação:
Silveira & Silveirinha




NOITES DE AMARGURA - SILVEIRA & SILVEIRINHA
(Marrequinho / Ubirajara Moreira)

========================================================================

Contato com Marrequinho:

E-mails:

compositormarrequinho@gmail.com

marrequinhocompositor@hotmail.com

========================================================================


Nenhum comentário:

Postar um comentário